fbpx

O que é call to action e como utilizá-lo para ganhar mais engajamento?

O famoso CTA é um dos recursos mais antigos e eficientes do marketing. Desde quando o menininho que venda os jornais gritava “Extra! Extra! Confira as notícias aqui!”, era isso que ele estava fazendo, chamando o público para interagir e realizar uma ação. Então, neste post, entenda tudo sobre o Call to Action e como ele pode ser essencial para gerar mais engajamento.

O marketing mudou muito ao longo dos anos, mas uma coisa que se mantém a mesma é o uso do call to action. Mais conhecido como CTA, esta ferramenta é uma chamada para a ação. Ou seja, é um texto, uma imagem ou qualquer outro recurso que incentive o usuário a fazer uma ação que leve a uma interação com a sua marca.

É uma ferramenta tão poderosa, que é usada em praticamente qualquer ação de marketing. Um e-mail termina com um CTA, assim como um banner, um post patrocinado no Instagram, um blog post, como este, e até mesmo as propagandas na TV.

O Call to Action é, possivelmente, a parte mais importante do seu conteúdo, pois é ele que irá fazer com que o usuário interaja com a sua marca. Portanto, ele precisa ser muito eficiente.

A chamada perfeita é construída pensando no seu público e na sua jornada. Outro conceito que anda em conjunto com o CTA é o funil de vendas. Este é uma forma de representar o caminho que o cliente faz com a sua empresa, até fazer uma venda. É preciso entender em que estágio ele está para ajudar na sua conversão.

Por exemplo, se o usuário acabou de descobrir que tem um problema, um CTA de “compre agora” é se adiantar um pouco. Convide o usuário a seguir a sua página no Instagram ou acompanhar o seu blog, aí sim, depois que ele já estiver preparado, você pode colocar uma chamada mais voltada para a compra.

Portanto, o CTA precisa estar alinhado com o seu público, tanto com a sua persona como com a sua posição no funil de vendas.

Falando em posição, é preciso entender o formato do CTA. No Instagram, por exemplo, por conta da estrutura mais “fechada” da rede, não existe muito espaço para inovar. Os CTAs acabam sendo os mesmos botões que existem no Facebook, com mensagens como “Saiba Mais”, “Fale Conosco”, “Descubra agora” e outras. Porém, a rede está sempre incorporando formas de otimizar este processo e as empresas precisam usá-las ao seu favor.

Por exemplo, um recurso antigo, mas importante, é que quando um usuário passa mais de quatro segundos na tela de um anúncio, o CTA muda de cor para chamar mais a sua atenção. Se ele passou este tempo, é porque se interessou e a chamada fica destacada para incentivar um engajamento.

O maior objetivo do CTA é gerar engajamento

E este é o maior objetivo das call to action: gerar engajamento e ajudar o usuário a fazer uma ação. O CTA está lá, na verdade, para ajudá-lo. Se ele vê um anúncio, ou uma postagem na rede que ele gosta, precisa ser informado para entender qual é a próxima ação. Por isso, especialmente no mobile, em que você tem pouco tempo para interagir com o usuário, é preciso que o CTA seja claro e passe a mensagem de forma rápida.

Digamos que o usuário veja uma oferta com um produto ou serviço interessante. O trabalho do CTA é mostrar para ele qual é a próxima forma de interagir com aquela mensagem. É preciso deixar claro que é bem simples realizar a ação. Por isso, use termos como “aqui”, “agora” ou outros que mostram que a ação é simples.

“Clique aqui para ganhar seu cupom de desconto!” é um bom exemplo. Diz exatamente o que o usuário precisa fazer, independe de tanto contexto, e é rápido e prático. É assim que se constrói uma chamada, que serve como um “mordomo”, indicando para o usuário onde ele precisa ir.

Mas, o verdadeiro segredo do CTA é fazer testes. Muitos testes. Na maioria das vezes, quando você vai fazer uma ação de marketing, você não sabe o que vai dar cedo. Você acha que sabe, mas só tem como saber após testes.

Por exemplo, entre as opções “Saiba Mais” ou “Fale Conosco”, qual é a que converte mais?

É claro que você irá escolher baseado em certo contexto. Se o CTA está demonstrando produtos, a opção mais óbvia é “Compre Aqui”.

Por isso, é importante entender o objetivo daquela ação. É vender? Gerar tráfego para o blog ou o site da empresa? Promover a página e a marca na rede? Trazer o download de um app? Tudo isso depende de qual é o objetivo. Só assim, você pode escolher o CTA ideal para que o usuário tenha um maior engajamento.

E mesmo assim, é preciso testar. No caso do CTA, o teste A/B é o seu melhor amigo. Este é um conceito do marketing que permite que você faça testes bem simples para conhecer o que converte mais. Como tudo é muito rápido no digital, especialmente no Instagram, e os resultados podem ser analisados de forma quase imediata, o teste é essencial.

Mas, para usar bem o teste A/B é preciso entender bem este recurso. Você deve testar um elemento do CTA de cada vez, de modo avaliar qual das duas opções é a que mais converte.

Assim, você consegue criar mais engajamento com a sua marca e ter mais interações com os clientes. Afinal, este é o objetivo de toda ação de marketing.

Resumidamente, para fazer um CTA perfeito você precisa:

    • Entender o objetivo do conteúdo;
    • Saber em qual estágio do funil o usuário está;
    • Fazer um monte de testes até encontrar o CTA que converte mais;
    • Criar uma chamada simples, direta e fácil de entender;
    • Mostrar como é fácil realizar a ação.

Com isso, você consegue garantir com que o usuário entenda melhor o que precisa fazer para interagir com o seu conteúdo. Quer ver mais um exemplo de um CTA?

Então, se você está procurando vender mais no Instagram, conheça agora mesmo a maior comunidade de vendas no Instagram do Brasil por aqui!